Conferência Nova Geração 2013 :: Como foi

03 outubro 2013

| | |
WUT WUT. Cheguei pra falar dessa conferência que foi IN-CRI-VEL. Contarei como o que aconteceu, quem cantou, impressões, experiências e tudo mais que puder. Chega mais!


Todas as fotinhas tiradas da page no Facebook, por que você já sabe que não vou perder um momento de adoração por uma foto ;]



A Conferência Nova Geração 2013 aconteceu lá no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, mais
especificamente no Auditório master. Como eu disse lá na page do face, no Centro de convenções estava ocorrendo o Congresso de Geriatria e Conferência Distrital das Cidades, ou seja, tava tudo lotado. Mas atrás do CC tinha estacionamento, acontece que as pessoas tem preguiça de andar um pouco.
Logo na entrada recebemos um livreto com Boas-Vindas, Organização do espaço, programação, perfil dos cantores e preletores, além de falar um pouco do próprio Ministério Nova Geração.


A abertura, na sexta-feira [27.09], ficou por conta, obviamente, do Nova Geração e foi muito muito bom. Na minha opinião, melhoraram demais desde a primeira vez que os vi há alguns anos no Conjuban, me refiro mais no sentido de ministração mesmo, mas aí é opinião bem pessoal.
A Palavra foi ministrada por Dwane Roberts.


Dwane pregou sobre 'Estudar o conhecimento de Deus'. O texto chave foi de 1 Coríntios 2. "Quando você disse sim a Jesus, O espírito Santo abriu seus olhos espirituais. Ele ensina acerca do conhecimento de Deus. Te entrega os mistérios do que é eterno. Você foi criado para aprofundar no conhecimento de Deus". Após ler João 17:3:16

16 Para que, segundo as riquezas da sua glória, vos conceda que sejais corroborados com poder pelo seu Espírito no homem interior;
17 Para que Cristo habite pela fé nos vossos corações; a fim de, estando arraigados e fundados em amor,
18 Poderdes perfeitamente compreender, com todos os santos, qual seja a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade,
19 E conhecer o amor de Cristo, que excede todo o entendimento, para que sejais cheios de toda a plenitude de Deus.
e Apocalipse 4, Dwane afirmou que o Senhor está procurando levar a igreja à esse fascínio.
Em seguida, Dwane volta o olhar sobre a liderança, ao ler Efésios 4:11 [E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores] ele afirmou que à essa liderança cabe pregar/descrever Jesus, para levar ao amadurecimento da igreja. Somos os mensageiros que irão declarar quem é Jesus através de livros, canções.
Sobre canções o preletor falou algo interessante, em outras palavras, interagimos com o espírito e assim recebemos novas canções que instruem uma geração. Não temos a necessidade de sair copiando as músicas de fora pois também somos capazes de interagir com o espírito para receber canções.
Depois Ele fechou lendo Provérbios 2 e citando maneiras práticas de descobrir Deus, mas eu não consegui anotar. Estava muito lenta nesse dia rs.

No Sábado de manhã, o período do louvor ficou por conta do Nova Geração novamente e, na minha humilde opinião, foi a melhor ministração de louvor da conferência. Só digo uma coisa "Aleluia, Aleluia". Os fortes entenderão.


A palavra foi ministrada pelo querido Teofilo Hayashi do Ministério Dunamis, que depois de orar e uma unção absurda ser derramada novamente, ele começa a palavra com Gálatas 4:1: Digo, pois, que todo o tempo que o herdeiro é menino em nada difere do servo, ainda que seja senhor de tudo. A partir desse texto, Teo afirma que 'A plenitude dos tempos nos trouxe emancipação. Deixamos de ser escravos e nos tornamos herdeiros'. O reino de Deus tem um sistema de governo chamado 'Família': Deus só tem filhos. O Espírito Santo vem com intuito de te dar o Espírito de adoção.
Em seguida abrimos em 1 João 4:15: "Qualquer que confessar que Jesus é o Filho de Deus, Deus está nele, e ele em Deus.". A fim de aprofundar nesse contexto de paternidade, Teofilo fala sobre a passagem em que Jesus é batizado nas águas, destacando a frase que Deus fala quando Jesus sai das águas [Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo], o que nos traz a concepção de que 'arrependimento é a base para exercer o ministério de Cristo'.
Sabemos que existem 2 fases de arrependimento: o arrependimento EVENTO, aquele momento em que é feito o apelo e você faz a oração de confissão, e o arrependimento PROCESSO, que consiste numa mudança de mentalidade e ocorre pro resto da sua vida. Precisamos estar engajados neste processo de metanóia [mudança da mente]. A partir dessa mudança, passamos a ter acesso à natureza de Deus.
Mas por que Deus falou que Jesus era Seu filho amado? Deus poderia ter dito qualquer coisa, mas antes de qualquer coisa precisava deixar claro para Jesus que Ele era amado pelo Pai, e essa foi a fundação do ministério de Jesus.
Em seguida, Hayashi fala a respeito do filho pródigo, na verdade sobre não sermos o irmão mais velho, que era focado na disciplina e no trabalho e nunca conseguiu se sentir filho dentro da caso do pai. Enquanto o filho pródigo saiu mas no processo encontrou sua identidade como filho. Fomos fundados no amor incondicional do Pai e o Espírito Santo nos leva à ter intimidade com o Pai. Deus quer quebrar essa maldição hereditária da orfandade.

Após o período de almoço,  o culto é iniciado com a ministração do Louvor dirigida pelo Marcos Brunet.

 A palavra foi trazida pelo Gustavo Paiva. Não vou falar de tudo que o Gustavo trouxe, ok? Mas basicamente ele trouxe um pouco sobre essa mudança de mentalidade no sentido de gerar uma reforma mas cultivando a sabedoria. Lemos Gênesis 2 para extrair as palavras 'imagem e semelhança' e desenvolver um pensamento a partir disso: Imagem gera governo [propósito de Deus], ou seja, o homem nasceu para governar, portanto, precisamos tirar essa mentalidade de sobrevivente e colocar a de governante. Imagem é algo externo, gera governo, enquanto semelhança é interno. Uma característica interna que funciona como sinal de perda de governo é o medo, o que nos leva a perder a intimidade. Precisamos entender que às vezes nossos medos estarão no lugar onde está nosso governo, nossa terra prometida. Então o pregador relembra a passagem em que Israel envia 12 espiões para conhecer a terra prometida, e 10 deles voltam contaminam Israel com sua incredulidade, por isso devemos lembrar que só teremos medo se olharmos com olhos naturais, nem por isso devemos fugir já que "ficar na terra do suficiente pode te custar a coroa. Se você quer ficar sempre no propósito de Deus, dependa dEle. Deus quer te levar àquele lugar, mas você precisa enfrentar o gigante".

No culto da noite, o louvor ficou por conta do John Mark McMillan, foi muito bom, ele até se esforçou pra cantar em português. Merece meu respeito rs. Eu não acompanho realmente, então estava conhecendo e devo dizer que gostei muito do estilo, os arranjos e as letras. Meu irmão comprou o CD então vou pegar pra ouvir depois.



A palavra foi do Jerame Nelson. O foco da mensagem de Jerame foi a diferença entre reagir e responder. Ele traz a passagem em Mateus 22, que perguntam pra Jesus 'É lícito pagar o tributo a César, ou não?'. Jesus poderia ter reagido, mas escolheu responder: Dai pois a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus.
J. Nelson também fala que se nosso ministério ainda não floresceu [não anotei o termo correto, mas segue a deia], há mágoas que precisam ser resolvidas, seja na família, igreja ou com amigos. "Você não dá um passo por que você não soube lidar com uma ofensa do passado". Nelson trouxe uma série de exemplos baseados na vida dele.
Jerame Nelson pregou no domingo de Noite também, mas eu não poderia perder culto na minha igreja.

Domingo de manhã, meu último período na conferência, por motivos de cansaço e por não poder faltar na minha igreja, onde o louvor foi com o Marcos Brunet e a Palavra de Marina Silva. Isso mesmo, a senadora Marina.

Sorry guys, mas não anotei nada no domingo. Eu já estava super cansada e isso aqui na verdade é pra vocês terem apenas uma noção, não tenho como transmitir tudo mas acredito que devem disponibilizar os DVDs depois, estou até querendo comprar uns. O que posso falar sobre a Marina é que ela é muito de Deus. Ela não foi lá pra fazer propaganda dela ou do partido, ela trouxe uma palavra e a palavra foi muito boa. Precisamos interceder muito por ela. Tire da sua cabeça que cristãos não devem se envolver com política. Se você leu meu post sobre Conferência Global, além deste post, vai perceber que fomos feitos sim pra governar e interagir em todas as esferas de governo. Aliás, se você leu inclusive meu post sobre a Conferência NG do ano passado, vai perceber isso também. Ministério não é ser cantor/pregador apenas. Se envolva!

Algumas observações:
1: que iluminação irritante xD. Ficava girando em torno do público e tinha hora que parava bem em cima de mim. Ninguém escapou da iluminação. Desconcentrava um pouco.
2: o público da Conferência NG é outro nível. Pessoas muito interessadas realmente no propósito ao qual vieram, muito educadas. Fator super positivo
3: este ano foi bem mais gente que o ano passado. Para muitos foi a primeira CNG

Acho que era isso que eu tinha pra passar. Alguém foi e gostaria de fazer uma observação não abordada no post?

bgs bgs
c'ya

1 comentários :

valdeir vieira da silva disse...

Muito bom parabéns!

http://valdeirvieira.com/empreendimentos/

Postar um comentário